Luz na mente, Paz na alma!!!

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Plantio pelas fases da Lua

Primeiro quarto:Plantas folhudas como repolho, aipo, escarola, espinafre, alface, pepino.
Segundo quarto: Feijão, ervilha, pimenta, tomate, melão, alho, feno, cereais e grãos tanto no primeiro como no segundo quarto.
Terceiro quarto: Plantas bienais e perenes; também raízes, cebola, trigo do inverno, árvores e arbustos.
Último quarto: Não plante nada — em vez disso arranque as ervas daninhas.

2 comentários:

  1. ...traigo
    sangre
    de
    la
    tarde
    herida
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazón
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    COMPARTIENDO ILUSION
    DENISE

    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesía...


    AFECTUOSAMENTE : OS DESEO UNAS FIESTAS ENTRAÑABLES 2010- Y FELIZ AÑO 2011 CON TODO MI CORAZON….


    ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE ACEBO CUMBRES BORRASCOSAS, ENEMIGO A LAS PUERTAS, CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER Y CHOCOLATE.

    José
    Ramón...

    ResponderExcluir
  2. Eu acho de uma sabedoria imensurável trabalhar nessa consonância com os astros...
    A NATUREZA e seus fenômenos estão sempre a nos ensinar com suas regências...
    Um grande abraço.

    Gostei muito de conhecer seu espaço!

    ResponderExcluir

O grande enigma...

Desde a mais remota antiguidade, o homem já voltava sua cabeça para cima a fim de admirar a beleza das estrelas, e pensava: Que mistérios elas devem esconder? Seria pretensão de nossa parte achar que estamos sózinhos no Universo e pensar que os corpos celestes foram criados apenas para deleitar nossa visão. Através do estudo de cada um deles e da forma com que nos influenciam individualmente é que poderemos entender um pouco melhor a humanidade. Sabendo quando e como teremos condições de escolher o melhor desfecho de nossas ações.